Comportamento de consumo infantil

User Rating: 0 / 5

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Introdução

Artigo by UseFashion:

Em Subjetividade Infantil, cenário apresentado na semana passada, vimos um movimento comportamental que trazia mais voz para as crianças, visto que cada vez mais elas possuem um papel principal dentro das famílias. Já no cenário que abordaremos agora, é possível perceber que há também uma tendência que incentiva a infância tradicional, menos conectada e mais interativa. A curiosidade e a experimentação são valorizadas aqui, e atitudes há tempos esquecidas por esse público, como brincar no quintal, voltam com tudo. É hora de perceber que os pequenos não precisam ser miniaturas de adultos e reforçar o seu direito a viver ludicamente esse período.

Esse é o último dos cenários a ser aprofundado. A partir da próxima semana, você poderá acompanhar através dessas publicações os nossos três direcionamentos de Tendências gerais para o inverno 2018 dos pequenos!

Vivência lúdica

O que está direcionando essa tendência?

É fato que a infância de hoje não é a mesma que nós tivemos, assim como não possuímos os mesmos hábitos e comportamentos de nossos pais, na nossa idade de hoje. Por isso, é fundamental prestar atenção às mudanças e evoluções do comportamento das crianças ao longo dos anos. Mas não podemos esquecer que as bases do desenvolvimento infantil ainda são as mesmas, e precisamos reconhecer o que é específico da infância para trabalhar com esse público. Entretanto, apesar do que muitos pensam, o desenvolvimento de produtos infantis não se resume a miniaturização de produtos adultos. O que podemos pensar é se essas crianças estão se vestindo iguais aos adultos por opção, ou por falta dela?
As crianças são mestres da curiosidade e da criatividade, experimentando de tudo sem medo de fazer algo errado. Com olhar ingênuo em relação ao mundo, agem como se estivessem conscientes da máxima “só sei que nada sei”, de Sócrates, e seguem em busca de conhecimento.

Dentro dessa ideia, é possível notar o surgimento de projetos e produtos que incentivam a criança a brincar e explorar a licença lúdica que a infância possui. Veja alguns exemplos:

Vem brincar

Muitos pais atuais pensam em ver seus filhos estudando em um lugar que os coloque em contato com a natureza, ensine o respeito ao próximo e mostre que é possível aprender brincando, mas poucos encontram. Um grupo de pais e mães de Belo Horizonte resolveu esse problema criando o “Quintal Pra Todo Mundo”, através de um financiamento coletivo. O objetivo é que, nesse espaço, as crianças possam ser entendidas e tratadas como seres autônomos, cada um com a sua personalidade, exercitando a criatividade e senso de comunidade. “A gente queria que fosse uma casa de vó”, contam os colaboradores do Quintal. Inicialmente, eram cerca de sete crianças, hoje a escola conta com 32, número máximo de vagas, e ainda há procura. Tudo isso prova que tem muita gente aberta a esse tipo de iniciativa.

Livro Clap

O livro "Clap", da portuguesa Madalena Matoso, prova que livros não precisam ser digitais para que sejam interativos. Nele, a imaginação é o suficiente para transformá-lo em multi-objetos. Cada página convida o leitor para uma experiência diferente: bater na porta do vizinho, voar como uma borboleta, tocar sanfona ou bumbo, dar um beijinho na página ao lado. Quando menos percebe, o leitor já está emitindo os sons mais esquisitos e reproduzindo onomatopeias que ele nem sabia que existia, sempre seguindo as indicações que o livro dá: “chuak chuak", "clap clap“. Indicado para crianças de todas as idades que estão descobrindo o mundo dos sons e sua relação com os objetos.

LOGO KOELNMESSE byn

 

Koelnmesse organizes four trade fairs in Brazil: The International Show for Baby and Children Wear FIT 0/16, held twice a year in São Paulo - simultaneously to Pueri Expo - an event inspired by the largest fair for children's items in the world, ´Kind + Jugend´in Cologne (Germany), which had its debut in June 2016,.. Read More

Newsletter

Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input